Estudante peruana de 9 anos supera desafios e aprende português com ajuda de intérprete na escola Brandão Lima, em Maceió.

Uma história emocionante tem sido vivida pela pequena Taíz Valeska, de apenas 9 anos, desde que chegou ao Brasil vindo do Peru com sua família. A menina tem assistido às aulas na Escola Brandão Lima, localizada no Benedito Bentes, na companhia de uma professora de espanhol do Núcleo de Línguas Estrangeiras da Secretaria de Educação de Maceió (Semed). Esse suporte tem sido fundamental para o processo de aprendizado da língua portuguesa e para o entendimento do conteúdo ministrado em sala de aula.

Taíz desembarcou no país há menos de um mês, acompanhada pela mãe e pelo irmão, em busca do pai que já estava há um ano trabalhando por aqui. A adaptação da família tem sido delicada, e a presença da intérprete tem feito toda a diferença no dia a dia da estudante.

A diretora da escola, Emília Soares, ressalta a importância desse apoio para Taíz. A chegada da menina à unidade escolar também transformou a realidade dos demais alunos, que agora se mostram encantados com a nova colega. O interesse pelo espanhol cresceu, e a escola já vislumbra a possibilidade de ter uma sala bilíngue, além de uma turma aprendendo Libras.

A professora que acompanha Taíz, Nara Gleyce, destaca o empenho de todos para que a aluna se comunique em português o mais breve possível. Ela ressalta os desafios enfrentados pela menina, mas acredita no progresso rápido devido ao ambiente acolhedor proporcionado pela escola.

A mãe de Taíz, Leslie Karen, se diz feliz com o suporte oferecido para a educação da filha. A menina, por sua vez, mostra-se empolgada com o ambiente escolar e compartilha em casa as novidades aprendidas. A família respira aliviada ao ver a evolução de Taíz nesse processo de adaptação e aprendizado.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo