Estudante de 15 anos é assassinado por menores na porta de escola em Maceió; Deputados pedem mudanças no Código Penal.


Na última quinta-feira, durante a sessão do dia 21, a deputada Cibele Moura, do MDB, fez um pronunciamento impactante sobre a morte trágica de um estudante de apenas 15 anos em Maceió. O jovem foi brutalmente assassinado por outros menores na porta da Escola Estadual Rubens Canuto, localizada no bairro do Benedito Bentes. A deputada relatou que o adolescente decidiu intervir em uma briga que estava ocorrendo e acabou sendo atingido por seis golpes de canivete, o que resultou em sua morte.

Durante seu discurso, Cibele Moura expressou sua consternação com o ocorrido, ressaltando a gravidade da situação. Ela afirmou que a sociedade alagoana está chocada com a violência que vitimou o jovem de 15 anos. A parlamentar ainda destacou a necessidade de uma revisão do Código Penal no que diz respeito aos crimes cometidos por menores, defendendo a diminuição da maioridade penal e a possibilidade de prisão para adolescentes que cometem atos violentos como esse.

Além disso, a deputada propôs a instalação de botões antipânico nas escolas, como forma de prevenção e proteção dos alunos em situações similares. Seu discurso foi complementado pelo deputado Cabo Bebeto, do PL, que parabenizou a colega e apresentou um projeto de lei para a contratação de agentes de segurança aposentados para atuarem nas escolas, visando a prevenção de crimes como o que vitimou o jovem estudante.

Bebeto também criticou a burocracia e os entraves que dificultam a implementação de medidas de segurança eficazes nas escolas, apelando para que o governador tome providências para garantir a proteção dos alunos. O deputado expressou seus sentimentos à família do jovem falecido, ressaltando a tragédia e destacando a importância de medidas concretas para evitar que casos como esse se repitam no futuro. A discussão levantada por Cibele Moura e Cabo Bebeto durante a sessão evidencia a urgência de políticas eficazes de segurança nas escolas e a proteção dos jovens e crianças contra a violência.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo