ESPORTE – Dupla de velejadores, Mateus Isaac e Bruno Lobo conquistam passagem garantida para os Jogos Olímpicos de Paris 2024.


Nesta sexta-feira (18), os velejadores brasileiros Bruno Lobo e Mateus Isaac garantiram suas vagas para a Olimpíada de Paris 2024 em duas classes estreantes nos Jogos. O maranhense Bruno Lobo se classificou na classe Formula Kite, conquistando a nona posição na flotilha ouro. Apesar da regata desta sexta ter sido cancelada, Lobo retornará no sábado (19) para competir na final valendo medalha.

Em entrevista ao site da Confederação Brasileira de Vela (CBVela), Bruno Lobo expressou sua felicidade com a conquista: “A gente ainda tem a regata da medalha neste sábado (19), mas deu tudo certo no principal objetivo. Conquistar essa vaga olímpica para o Maranhão e para o Brasil é um sonho que está se tornando realidade”.

Outro atleta brasileiro que comemorou muito foi Mateus Isaac, que garantiu a vaga na classe IQFoil ao terminar na 16ª posição após 14 regatas. O cronograma inicial previa 19 regatas, mas foi reduzido devido às condições da raia de Scheveningen.

No entanto, nem todos os brasileiros tiveram o mesmo desempenho satisfatório. As bicampeãs olímpicas da classe 49eFX, Martine Grael e Kahena Kunze, não conseguiram uma boa colocação no Mundial, ficando apenas na 12ª posição. A dupla terá a chance de garantir sua presença em Paris 2024 no Pan-Americano de Santiago, no Chile.

Com as classificações de Bruno Lobo e Mateus Isaac nesta sexta-feira, o Brasil já soma 54 vagas garantidas para a próxima Olimpíada.

As vagas conquistadas no Mundial de Haia contribuem para a diversificação das modalidades representadas pelo Brasil nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. Além da vela, nosso país também possui atletas classificados em diversas outras modalidades, como atletismo, ciclismo BMX racing, futebol, natação, rugby, saltos ornamentais, surfe, tiro com arco, tiro esportivo, entre outras.

Com o aumento das vagas e a participação de atletas em novas classes, o Brasil tem a oportunidade de se destacar ainda mais nas Olimpíadas, buscando medalhas e fortalecendo a presença do país no cenário esportivo internacional. O futuro se mostra promissor para a delegação brasileira, que se prepara para enfrentar os desafios e oportunidades que a competição em Paris apresentará.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo