ESPORTE – Brasil oficializa candidatura para sediar Mundial de Ginástica Rítmica de 2025 com apoio do Governo Federal.

A Confederação Brasileira de Ginástica formalizou seu pedido para sediar o Campeonato Mundial de Ginástica Rítmica de 2025 à Federação Internacional de Ginástica (FIG). O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira (14) e contou com o apoio do Governo Federal, representado pelo Ministério do Esporte e pela Secretaria-Geral da Presidência.

A presidenta da CBG, Luciene Resende, ressaltou a importância da candidatura brasileira, destacando o crescimento do interesse pela ginástica rítmica no país e o sucesso da modalidade nos Jogos Pan-Americanos de Santiago. Segundo ela, a presença brasileira nos pódios das etapas de Copas do Mundo tem se tornado cada vez mais frequente e isso tem chamado a atenção internacional. Com mais de 200 milhões de habitantes, o Brasil é um país de grande peso no cenário esportivo mundial, o que fortalece a candidatura para sediar o evento.

Além do apoio da Confederação, o pedido brasileiro ganhou força com o respaldo do Governo Federal, que emitiu a Declaração Governamental de Apoio ao pleito. O Ministro do Esporte, André Fufuca, enfatizou a importância do evento para o esporte brasileiro e a capacidade técnica das ginastas brasileiras. Ele manifestou o desejo de trazer o campeonato para o Rio de Janeiro, destacando o desempenho excepcional do Brasil nos Jogos Pan-Americanos e em outras competições internacionais.

Com a confiança de uma candidatura forte e com o suporte do governo, as expectativas para que o Brasil seja escolhido como sede do Mundial de Ginástica Rítmica de 2025 são altas. A CBG e as autoridades brasileiras estão engajadas em promover a modalidade e mostrar ao mundo a qualidade técnica das ginastas do país. Resta agora aguardar a decisão da FIG, que avaliará todas as candidaturas antes de anunciar a sede do evento. O Brasil aguarda ansiosamente por essa oportunidade única de sediar um evento de tamanha importância para a ginástica rítmica.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo