Em recente operação em Alagoas, indivíduo fingindo ser hacker é detido por envolvimento em fraude de concurso público em Santa Catarina.

Durante uma operação da Polícia Civil de Alagoas (PCAL) realizada nesta quarta-feira (02), um homem foi preso sob a acusação de se passar por hacker e aplicar golpes em pessoas interessadas em serviços clandestinos. O mandado de prisão foi cumprido no bairro Santa Lúcia, parte alta de Maceió.

As investigações tiveram início após uma denúncia de que um participante inscrito em um concurso público em Santa Catarina teria contratado um hacker para invadir os sistemas da banca organizadora, com o objetivo de fraudar os resultados. No entanto, descobriu-se que o suposto hacker era na verdade um golpista que se fazia passar por hacker na internet, enganando pessoas em busca de serviços ilícitos para acessar dispositivos eletrônicos de terceiros.

Durante a operação, foram apreendidos diversos dispositivos eletrônicos que serão submetidos à perícia técnica para análise. A ação contou com o apoio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), ligada à Diretoria Estadual de Investigação Criminal (DEIC) de Santa Catarina. O delegado Igor Diego, diretor da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), comandou a operação.

A equipe policial responsável pela ação foi composta por policiais civis da Deic, do Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre) e do Núcleo de Inteligência (NI). O homem preso foi levado para a Deic e está agora à disposição da Justiça de Santa Catarina.

*Com Assessoria

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo