Em meio ao luto, Aryna Sabalenka supera desafios emocionais e avança no Miami Open após vitória contra Paula Badosa

A renomada tenista bielorrussa Aryna Sabalenka protagonizou um emocionante confronto no Miami Open contra a espanhola Paula Badosa, garantindo a vitória e avançando para a próxima fase do torneio. Mesmo enfrentando um turbilhão de sentimentos decorrente de uma tragédia pessoal, a segunda melhor tenista do mundo demonstrou resiliência e determinação em sua performance.

Durante a semana, Aryna compartilhou publicamente o impacto da morte de seu ex-namorado, o jogador de hóquei no gelo Konstantin Koltsov, de 42 anos. O relacionamento dos dois durou cerca de três anos e chegou ao fim pouco antes do falecimento do ex-atleta, o que abalou profundamente a atleta.

No confronto contra Paula Badosa, Aryna optou por vestir um kit preto em sinal de luto, refletindo o momento delicado que está vivenciando. Mesmo assim, a tenista manteve o foco, apresentando solidez em seu jogo, cometendo poucas duplas faltas, conquistando três aces e fechando o primeiro set em 6-4 no Hard Rock Stadium. Além disso, demonstrou sua resiliência ao salvar um break point crucial durante o segundo game.

A trajetória de Aryna Sabalenka é marcada por superação diante de adversidades emocionais, como a perda repentina de seu pai, Sergey Sabalenka, cinco anos atrás, aos 43 anos. Sergey foi uma figura fundamental em sua carreira esportiva, compartilhando o sonho de conquistar Grand Slams antes dos 25 anos da tenista. Em meio às lembranças emocionantes, Aryna se consagrou bicampeã do Australian Open este ano, honrando a memória e o legado deixados por seu pai.

Em sua jornada no Miami Open, Aryna Sabalenka não apenas brilha nas quadras, mas também inspira com sua resiliência e determinação perante as adversidades pessoais, demonstrando que a força interior pode superar os maiores desafios.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo