Edital Pro Bono NW oferece assessoria jurídica gratuita a organizações sociais para fortalecer impacto social e sustentabilidade financeira.


O Instituto Nelson Wilians, em parceria com o Nelson Wilians Advogados (NWADV), abrirá as inscrições para o Edital Pro Bono NW no dia 3 de junho. Essa é uma iniciativa que oferece assessoria jurídica consultiva gratuita para organizações da sociedade civil (OSC) desde 2017, com base no Código de Ética e Disciplina da OAB e no Provimento 166/2015 do Conselho Federal da OAB.

Segundo o INW e o NWADV, a Educação e o Direito são ferramentas cruciais na luta contra as desigualdades sociais. O objetivo do Pro Bono NW é fortalecer a estrutura jurídica das organizações sociais para que elas possam ampliar seu impacto social, obter maior sustentabilidade financeira e agir com mais segurança jurídica e credibilidade.

De acordo com dados do IPEA, a cada 10 organizações sociais abertas no Brasil, 3 encerram suas atividades. É nesse cenário que o Pro Bono NW busca atuar para transformar essa realidade.

O programa selecionará até 100 Organizações da Sociedade Civil em todo o território nacional. A assessoria jurídica consultiva será realizada em 3 ciclos, com duração total de 6 meses, incluindo capacitações, revisão de documentos legais, atendimento consultivo, plantões jurídicos e reconhecimento com o Selo Pro Bono NW.

Os benefícios desse edital incluem a assessoria jurídica consultiva gratuita, plantão de dúvidas, aumento das chances de acesso a recursos financeiros, o Selo Pro Bono NW e participação em capacitações e workshops exclusivos. As organizações selecionadas também farão parte da Rede INW, um espaço colaborativo de compartilhamento de ideias e experiências.

As inscrições para o Edital INW 2024 – Pro Bono NW ficarão abertas de 3 a 21 de junho. Para mais informações sobre o projeto, acesse o site do Instituto NW. Este é um passo importante para as organizações da sociedade civil que buscam fortalecer sua estrutura jurídica e impactar positivamente a sociedade.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo