Deflator do PCE nos EUA desacelera em fevereiro, mas gastos com consumo surpreendem com alta de 0,8%

A inflação de gastos com consumo nos Estados Unidos, medida pelo deflator do PCE, apresentou uma desaceleração em fevereiro em relação ao mês anterior. Segundo informações divulgadas pelo Departamento de Comércio dos EUA nesta sexta-feira, 29, o índice registrou um aumento de 0,3% no segundo mês do ano, após ter registrado uma alta de 0,4% em janeiro.

Esse resultado ficou abaixo das expectativas dos agentes de mercado, que aguardavam um aumento de 0,4% no índice. No acumulado dos últimos doze meses, o índice apresentou um avanço de 2,5%. Por outro lado, o núcleo do deflator do PCE, que exclui os dados de alimentos e energia, teve um crescimento de 0,3% em fevereiro, também desacelerando em relação a janeiro, que registrou um avanço de 0,5%. Na comparação dos últimos doze meses, o dado registrou uma ligeira desaceleração, passando de 2,9% em janeiro para 2,8% em fevereiro.

Esse dado é de extrema importância, pois orienta as decisões do Federal Reserve em relação ao processo de desinflação. Já os gastos com consumo foram uma surpresa positiva, com um avanço de 0,8%, acima das expectativas de um aumento de 0,5%. Em janeiro, os gastos com consumo haviam registrado uma alta de 0,2%, enquanto a renda pessoal teve um aumento de 0,3%.

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, afirmou que o objetivo é aumentar a confiança antes de considerar cortes na taxa de juros. A decisão de iniciar o ciclo de cortes foi postergada em função da resiliência da economia americana, que ainda apresenta indicadores positivos de emprego e inflação. Analistas acreditam que o Fed iniciará o ciclo de cortes nas taxas em junho, devido a um possível desaquecimento do mercado de trabalho nos próximos meses e um crescimento moderado da renda.

A fala de Powell se assemelha à de Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central do Brasil, que durante a divulgação do Relatório de Inflação afirmou que são necessários mais dados para embasar o futuro do ciclo de cortes nos juros. Powell participou de um evento promovido pelo Fed de São Francisco nesta sexta-feira, em um dia em que os mercados financeiros estavam fechados devido ao feriado da Paixão de Cristo.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo