CSA e Clube do Remo não balançam as redes, aumentando a pressão na acirrada luta pela Série C.


No último domingo (20), o Clube do Remo entrou em campo no Estádio Rei Pelé com o objetivo de conquistar uma vitória que o manteria vivo na disputa pela classificação na Série C do Brasileirão. Porém, mesmo com uma atuação destacada, a equipe não conseguiu converter suas chances em gols e agora se vê em uma situação delicada na tabela, lutando para não ser rebaixada à Série D.

O confronto diante do CSA, válido pela 18ª rodada da competição, era crucial para o Remo. Mesmo com as circunstâncias diferentes na tabela, as duas equipes entraram em campo determinadas a consolidar suas posições. O jogo foi marcado por um equilíbrio, mas frustrou ambos os times com o empate sem gols.

Mesmo jogando fora de casa, o Leão Azul começou a partida pressionando o adversário. Aos 9 minutos, Rodriguinho quase abriu o placar com um chute que passou rente ao travessão defendido por Dalberson. O CSA também teve suas chances, especialmente com jogadas de Tomas Bastos, que quase marcou após um rebote.

Durante a maior parte do confronto, o Remo manteve a pressão sobre o gol adversário, mas esbarrou na grande atuação do goleiro Dalberson. O arqueiro do CSA fez defesas cruciais, impedindo as investidas do Leão. Apesar das tentativas incisivas, o CSA também teve suas oportunidades, como a de Robinho aos 18 minutos do segundo tempo.

O ápice da tensão ocorreu quando Muriqui, do Remo, teve uma excelente chance de marcar, cabeceando frente a frente com Dalberson. No entanto, o goleiro defendeu de maneira espetacular. Com o passar do tempo, as duas equipes buscaram o gol da vitória, mas as redes não balançaram. O CSA teve uma pressão final e três chances claras de gol com Leonan, porém, o placar negativo se manteve: 0 x 0.

Ao final da partida, tanto Remo quanto CSA saíram insatisfeitos com o resultado. Ambas as equipes tiveram oportunidades de abrir o placar, mas esbarraram na falta de pontaria e nas grandes atuações dos goleiros. Agora, o Clube do Remo precisará se reerguer para as próximas rodadas, lutando para evitar o rebaixamento à Série D.

Ficha Técnica:
Local: Estádio Rei Pelé – Maceió (AL)
Data: 20.08.2023
Horário: 16h
Árbitro: Wagner Francisco Silva Souza (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Patrícia dos Reis do Nascimento (BA)
Quarto árbitro: Márcio dos Santos Oliveira (AL)
Cartões Amarelos: Ednei (CSA) Lucas Marques, Evandro, Richard Franco, Vinícius (Remo)

CSA: Dalberson; Arnaldo, Ednei, Rafael Forster e Ernandes (Ruan Ferreira); Bruno Matias, Yago Henrique (Luís Felipe) e Tomas Bastos (Marciel Silva); Iago Teles, Gabriel Taliari, Ray Venegas (Robinho) e Yago Teles (Abner).
Técnico: Marcelo Cabo.

REMO: Vinícius, Lucas Marques (Lucas Mendes), Wendel Lomar, Ícaro e Evandro; Claudinei (Richard Franco) e Paulinho Curuá; Rodriguinho (Marcelo), Renanzinho (Leonan), Jean Silva e Muriqui (Élton).
Técnico: Ricardo Catalá.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo