Condenado por estupro de vulnerável, pai é preso após abusar da própria filha dos 6 aos 14 anos




A prisão de um homem condenado por estupro de vulnerável

A polícia prendeu, nessa quinta-feira (28), um homem condenado por estupro de vulnerável contra sua própria filha. O crime começou quando a vítima tinha apenas seis anos e se estendeu até os seus 14 anos.

Durante esse período, que começou em 2012 e foi até 2020, o homem repetidamente abusou da menina, forçando-a a realizar atos sexuais.

De acordo com relatos, a mãe deixou a família, e a vítima ficou vivendo apenas com o pai e os irmãos. Nesse período, o acusado decidiu não ter outros relacionamentos e desejava estar apenas com a vítima.

Os abusos ocorreram pela primeira vez após uma festa, enquanto moravam no bairro do Jacintinho. Segundo informações, o pai cometia o crime uma ou duas vezes por semana. Por volta dos 12 ou 13 anos dela, o acusado passou a abusar da vítima com recorrência.

As consequências dos abusos se manifestaram na saúde mental da jovem, que relatou tentativas de suicídio e foi diagnosticada com depressão, fazendo uso de medicação controlada.

Após um extenso processo judicial, o criminoso foi condenado a uma pena de 28 anos e 5 meses de reclusão.

*Com assessoria


Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo