Comissão da Câmara discute soluções para retomar obra da Nova Subida da Serra de Petrópolis na BR-040 nesta quinta-feira


A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados está concentrando esforços nesta quinta-feira (25) na busca por soluções para o impasse envolvendo a obra da Nova Subida da Serra de Petrópolis, localizada na BR-040. O debate será realizado no plenário 11 a partir das 9 horas, atendendo a um requerimento do deputado Hugo Leal, do PSD do Rio de Janeiro.

Entre os convidados para a audiência pública, destacam-se o ministro dos Transportes, Renan Filho, e o presidente da concessionária responsável pela execução da obra. Além disso, a Comissão da Fiscalização Financeira e Controle da Câmara também marcará presença no encontro, que promete ser de extrema importância para o desenrolar deste caso.

O deputado Hugo Leal, que tem sido um dos principais defensores da retomada e conclusão desta obra, relembra que o projeto teve seu início em 2013, com previsão de término para 2016. No entanto, uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 2016 apontou diversas irregularidades graves e sobrepreço na realização da obra, o que gerou grande polêmica e debate acalorado.

Após mais de sete anos desde o início das investigações do TCU, Hugo Leal destaca que praticamente nada avançou. O parlamentar foi relator de uma comissão externa da Câmara que acompanhou de perto a situação das obras na BR-040 em 2018, o que lhe confere autoridade e conhecimento sobre o assunto em discussão.

A rodovia, que está sob concessão da Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora desde 1995, vive um impasse que se arrasta há anos e que agora precisa de uma solução definitiva. No final do ano passado, um relatório da Comissão Mista de Orçamento sugeriu que a obra permaneça paralisada até que todos os problemas apontados sejam resolvidos.

Para Hugo Leal, a conclusão desta obra é crucial, não apenas para garantir o fluxo crescente de veículos na BR-040, mas também para resolver questões como alagamentos em trechos da rodovia. A expectativa é que o debate desta quinta-feira traga novos insights e possíveis soluções para um problema que afeta não apenas o tráfego rodoviário, mas também o bem-estar e a segurança dos cidadãos que utilizam essa importante via de transporte.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo