Casa de Apostas fecha contrato de R$52 milhões para dar nome à Arena Fonte Nova, antiga Itaipava.

A Arena Fonte Nova, estádio que abriga jogos do Esporte Clube Bahia e localizado em Salvador, assinou um novo contrato de naming rights. Após o fim do vínculo com a cervejaria Itaipava, que durou 10 anos, o estádio fechou um acordo de quatro anos com a empresa do setor de apostas, Casa de Apostas.

O novo nome do estádio será “Casa de Apostas Arena Fonte Nova”. O investimento total será de R$ 52 milhões, o que equivale a R$ 13 milhões por ano. Vale ressaltar que a Itaipava, marca do Grupo Petrópolis, continuará como parceira estratégica da nova marca. O acordo inclui o fornecimento exclusivo de cervejas e energéticos, assim como a manutenção dos patrocínios do camarote Itaipava e dos bares e espaços de exposição das marcas, com ativações de experiências em eventos realizados no local.

Para Anderson Nunes, head de negócios da Casa de Apostas, a assinatura do acordo é histórica e pioneira, dado o alcance global dos eventos sediados na Arena Fonte Nova. Segundo ele, a expectativa é que essa parceria traga benefícios significativos para a empresa, o estádio e, principalmente, para o público.

Por outro lado, a Itaipava também se pronunciou sobre a mudança, ressaltando o orgulho de ter emprestado seu nome à arena por uma década e destacando a importância da parceria para o fortalecimento da cultura e do esporte na Bahia. A empresa garantiu que a parceria seguirá firme até 2024, com ativações que prometem proporcionar experiências únicas ao público.

Vale mencionar que o primeiro jogo a ser realizado na agora Casa de Apostas Arena Fonte Nova será entre Bahia e Jequié, pela rodada inicial do Campeonato Baiano, no dia 17 de janeiro às 21h30.

Com a assinatura desse novo contrato de naming rights, a Arena Fonte Nova se mantém como um dos principais espaços esportivos e de entretenimento do Brasil, consolidando-se como um local de eventos de grande magnitude e impacto global.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo