CAMARA DOS DEPUTADOS – Seminário na Câmara discute a criação de universidades indígenas e formação de professores nativos em cursos específicos.

A Comissão da Amazônia e dos Povos Originários e Tradicionais da Câmara dos Deputados está promovendo um seminário na quinta-feira (14) para discutir a questão das universidades indígenas. O evento foi solicitado pela deputada Célia Xakriabá (Psol-MG) e está agendado para começar às 9 horas no plenário 12.

A deputada destaca a ausência de universidades indígenas reconhecidas oficialmente no Brasil e ressalta a existência de experiências bem-sucedidas de cursos superiores específicos para indígenas, como os cursos de Licenciatura Intercultural Indígena oferecidos por algumas universidades. Estes cursos têm como objetivo formar professores indígenas, promovendo a valorização de suas identidades culturais e conhecimentos tradicionais.

Célia Xakriabá expressa sua confiança de que o seminário será um espaço amplo para debater as experiências ao redor do mundo, principalmente na América Latina, que visam construir alternativas para o ensino universitário indígena. A deputada destaca a importância de explorar diferentes possibilidades para o futuro do ensino superior entre os povos indígenas.

O evento promete reunir especialistas, acadêmicos, líderes indígenas e representantes de universidades para discutir estratégias e experiências bem-sucedidas relacionadas ao ensino universitário indígena. A expectativa é que o seminário promova um debate rico sobre o tema e ajude a identificar caminhos para avançar na construção de um ensino superior mais inclusivo e sensível às necessidades das comunidades indígenas.

A iniciativa da deputada Célia Xakriabá demonstra um compromisso com a promoção da diversidade e o reconhecimento dos direitos dos povos indígenas no contexto educacional. A realização desse seminário representa um passo importante na busca por soluções que atendam às demandas específicas das comunidades indígenas em relação ao ensino superior. Espera-se que as discussões e reflexões resultantes do evento contribuam para promover avanços significativos nesse sentido.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo