CAMARA DOS DEPUTADOS – Segurança em estações de recarga de veículos elétricos é tema de debate na Câmara dos Deputados, especialistas defendem normas técnicas.


A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados promoveu, nesta quinta-feira (13), uma audiência pública para debater normas de segurança nas estações de recarga de veículos elétricos. Especialistas convidados destacaram a importância de um amplo debate e de soluções técnicas viáveis para garantir a segurança dos usuários e dos veículos.

Durante o evento, os participantes enfatizaram que os carros elétricos são seguros, mas ressaltaram a necessidade de estabelecer um padrão de recarga para evitar riscos. De acordo com dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), em abril deste ano, circulavam no país cerca de 121,8 mil veículos elétricos do tipo plug-in. A expectativa do governo federal é que a frota de carros elétricos ultrapasse 1 milhão de unidades até 2030.

O diretor de Infraestrutura da ABVE, Clemente Gauer, defendeu a busca por um equilíbrio entre segurança e tecnologia, destacando a importância de evitar o uso de tomadas não adaptadas para recarregar os veículos elétricos. Segundo ele, as estações de recarga oficiais são a opção mais segura, evitando possíveis incêndios nos carros.

Outro ponto abordado foi a consulta pública realizada pelo Corpo de Bombeiros de São Paulo para regulamentar as normas de segurança nas operações de recarga. O tenente-coronel Max Alexandre Schroeder enfatizou a necessidade de regulamentar o setor, uma vez que os incêndios em veículos elétricos demandam medidas específicas de combate.

Rubens Lima, sargento do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, ressaltou a complexidade dos incêndios em veículos elétricos e a importância de um alinhamento entre montadoras e serviços de segurança para estabelecer normas eficazes. O CEO da BYD do Brasil, Alexandre Baldy, destacou a disposição da indústria em colaborar na definição de padrões de segurança, ressaltando que as atuais baterias dos carros elétricos são seguras para os consumidores.

Diante do cenário de crescimento do mercado de veículos elétricos, a discussão sobre normas de segurança nas estações de recarga se mostra fundamental para garantir a proteção dos usuários e promover a expansão sustentável dessa modalidade de transporte. A colaboração entre entidades públicas, privadas e especialistas é essencial para o estabelecimento de diretrizes eficazes que contribuam para o desenvolvimento seguro e responsável da mobilidade elétrica no Brasil.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo