CAMARA DOS DEPUTADOS – Na CCJ, projeto de Rota Turística do Caminho das Missões é aprovado para impulsionar turismo no Rio Grande do Sul.

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 570/22, que cria a Rota Turística do Caminho das Missões no estado do Rio Grande do Sul. A proposta tem como objetivo principal estimular o turismo cultural, rural, histórico, religioso e científico nos 26 municípios abrangidos pela rota.

O relator do projeto, deputado Aluisio Mendes (Republicanos-MA), recomendou a aprovação da proposta. O projeto já havia sido aprovado pela Comissão de Turismo e, por tramitar em caráter conclusivo, seguirá para o Senado, a menos que haja recurso para análise no Plenário da Câmara.

A Rota Turística do Caminho das Missões abrange os municípios de Bossoroca, Caibaté, Cerro Largo, Dezesseis de Novembro, Entre-Ijuís, Eugênio de Castro, Garruchos, Giruá, Guarani das Missões, Mato Queimado, Pirapó, Porto Xavier, Rolador, Roque Gonzales, Salvador das Missões, Santo Ângelo, Santo Antônio das Missões, São Borja, São Luiz Gonzaga, São Miguel das Missões, São Nicolau, São Paulo das Missões, São Pedro do Butiá, Sete de Setembro, Ubiretama e Vitória das Missões.

A proposta aprovada determina que a estruturação, gestão e promoção dos atrativos turísticos na rota deverão receber apoio dos programas oficiais voltados para o fortalecimento da regionalização do turismo. Segundo o relator, o objetivo é incentivar o desenvolvimento dessas regiões e aproveitar o potencial turístico existente.

O deputado Osmar Terra (MDB-RS), autor da proposta, ressaltou a importância da região missioneira localizada no noroeste gaúcho. Para ele, essa região representa a história de colonização e convivência entre indígenas e europeus no território brasileiro. A criação da Rota Turística do Caminho das Missões vai contribuir para valorizar e preservar a cultura e o patrimônio histórico dessas comunidades.

A expectativa agora é que o projeto seja apreciado pelo Senado e, caso seja aprovado, que seja implementado e promovido como forma de incentivar o turismo nessas localidades. A iniciativa também pode ser um impulso para a economia local, gerando emprego e renda para os moradores desses municípios.

Com a aprovação dessa proposta pela CCJ da Câmara dos Deputados, dá-se mais um passo em direção ao fortalecimento do turismo na região do Caminho das Missões, valorizando a cultura e a história desse importante trecho do Rio Grande do Sul.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo