Bilionário investe em estratégias inovadoras para impulsionar audiência e comparecimento em jogo do Chicago Fire contra o Inter Miami de Messi


O bilionário Joe Mansueto está investindo pesado para impulsionar sua aposta multimilionária no futebol de Chicago. O time de Mansueto, o Chicago Fire, está planejando um jogo contra o Inter Miami de Lionel Messi no próximo mês, na esperança de aumentar a audiência e a taxa de comparecimento nos jogos da equipe.

O jogo programado para 4 de outubro está previsto para esgotar os quase 63.000 lugares do Soldier Field. Em jogos normais do Chicago Fire, apenas um quarto dos assentos é preenchido. Dave Baldwin, o novo presidente de operações comerciais do clube, afirmou que a partida está a caminho de se tornar o jogo da temporada regular da Major League Soccer (MLS) com maior bilheteria de todos os tempos.

Com o objetivo de transformar os torcedores casuais em frequentadores mais assíduos, o Chicago Fire está oferecendo ingressos gratuitos para o jogo do Messi para aqueles que comprarem ingressos para a temporada do próximo ano ou adquirirem camarotes com valores de até US$ 50.000 por ano. De acordo com Baldwin, o clube já triplicou o número de novos ingressos de temporada vendidos em todo o ano de 2023.

Além disso, alguns torcedores terão acesso a estacionamento gratuito, que geralmente pode custar mais do que os próprios ingressos. O Chicago Fire também distribuirá cerca de 40.000 pulseiras de LED que acendem ao mesmo tempo, criando um espetáculo visual semelhante aos shows do Coldplay.

Os ingressos individuais para a partida variam entre US$ 99 e quase US$ 5.000, muito acima dos valores de US$ 22 a US$ 425 da partida disputada em 7 de outubro contra o Charlotte FC.

O Chicago Fire é um dos poucos times de futebol dos Estados Unidos que joga em um estádio de futebol americano, o que significa que sua capacidade de assentos é maior do que a dos estádios de futebol convencionais. Até o momento, cerca de 57.000 ingressos foram distribuídos.

A chegada de Lionel Messi aos Estados Unidos tem impulsionado a MLS, aumentando significativamente os preços dos ingressos e atraindo multidões em diversos jogos. A receita gerada com essas partidas pode ajudar a valorização de outros clubes da liga, com a possibilidade de ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão, de acordo com Don Garber, comissário da MLS.

Joe Mansueto, fundador da Morningstar e dono majoritário do Chicago Fire, está investindo não apenas na partida contra o Inter Miami, mas também na transferência do clube para o Soldier Field e na construção de um centro de treinamento, totalizando um investimento de US$ 165 milhões.

A chegada de eventos esportivos de grande porte, como a Copa do Mundo FIFA de 2026, que será sediada pelos Estados Unidos, Canadá e México, também pode contribuir para o crescimento do futebol nos Estados Unidos e aumentar ainda mais o interesse da população pelo esporte.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo