Benjamin Netanyahu passará por cirurgia de hérnia e Yariv Levin assumirá interinamente como primeiro-ministro de Israel.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, passará por uma cirurgia de hérnia neste domingo, conforme anunciado por seu Gabinete. A intervenção cirúrgica exigirá anestesia geral, o que significa que Netanyahu estará temporariamente afastado de suas funções políticas durante o procedimento.

O vice-primeiro-ministro e ministro da Justiça, Yariv Levin, assumirá interinamente a liderança do país durante a ausência de Netanyahu. A decisão de transferir temporariamente o poder para Levin visa garantir a continuidade do governo e evitar qualquer vazio de liderança durante a recuperação do primeiro-ministro.

Netanyahu, que está no cargo desde 2009 e é o líder do partido Likud, enfrentará a cirurgia de hérnia em um momento crítico para Israel, com importantes questões regionais e domésticas em pauta. Sua ausência temporária pode ter impacto sobre a condução de assuntos urgentes do governo, como as relações com os países vizinhos, os desafios de segurança e a agenda legislativa em andamento.

Apesar da cirurgia ser considerada um procedimento comum e de recuperação relativamente rápida, a saúde do primeiro-ministro é acompanhada de perto por seus apoiadores e opositores. Qualquer complicação durante a operação poderia gerar instabilidade política e incerteza no cenário nacional.

A equipe médica responsável pela cirurgia de Netanyahu está preparada para garantir o sucesso do procedimento e a recuperação do líder israelense. Enquanto isso, Yariv Levin assume temporariamente a liderança do país, demonstrando a estabilidade das instituições políticas em Israel diante de circunstâncias desafiadoras.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo