Ator de “Breaking Bad” e “Better Call Saul” descobre parentesco com realeza britânica em programa de TV sobre árvores genealógicas.


O renomado ator Bob Odenkirk, conhecido por seus papéis em séries como “Breaking Bad” e “Better Call Saul”, teve uma surpresa inesperada ao participar do programa “Finding Your Roots”. Durante o programa, que tem como objetivo traçar árvores genealógicas de personalidades, Odenkirk descobriu que é primo de 11º grau do rei Charles III, do Reino Unido.

Apesar de ter nascido nos Estados Unidos e ter origens em Chicago, a árvore genealógica de Odenkirk revelou que seu tetravô, Friedrich Carl Steinholz, nasceu na Alemanha em 1755, sendo um filho fora do casamento do duque de Plön, que possuía laços de parentesco com famílias reais europeias.

A revelação surpreendente não pareceu causar grande impacto em Odenkirk, que, em sua participação no programa, manifestou uma postura de desapego em relação à descoberta. Embora reconheça a importância e o significado histórico das monarquias, o ator afirmou que não se considera um monarquista e que acredita que a democracia é o caminho a ser seguido.

“Eu não acredito nisso”, afirmou Odenkirk ao receber a notícia. “Sabe, eu sinto que é um pouco distorcido. Entendo por que a sociedade se construiu em torno de monarcas e líderes, e eles os transmitiram de geração em geração. Entendo que isso atravessa todas as sociedades, todas as civilizações. Mas acho que chegamos a um lugar melhor com a democracia e devemos continuar nesse caminho.”

A revelação da conexão com a realeza britânica trouxe à tona uma reflexão sobre as raízes históricas e a evolução das estruturas sociais e políticas ao longo do tempo. A postura de Odenkirk diante da descoberta reforça sua visão crítica em relação às instituições monárquicas e sua defesa a favor da democracia como forma de governo.

Com essa revelação, Bob Odenkirk não apenas obteve informações surpreendentes sobre suas origens, mas também expressou publicamente suas convicções políticas e sociais, reforçando seu posicionamento em questões de poder e governança.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo