Alerta: Deputado denuncia proliferação de caramujos africanos em Maceió e destaca riscos à saúde da população local.


Na última quinta-feira, durante a sessão parlamentar, o deputado Silvio Camelo (PV) fez um alerta à população de Maceió sobre a proliferação de caramujos africanos na cidade. Em seu discurso, o parlamentar ressaltou a importância de seguir as orientações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) para combater esse problema e proteger a saúde pública.

De acordo com a matéria lida por Silvio Camelo durante a sessão, os caramujos africanos representam um risco à saúde, podendo estar infectados por parasitas e transmitir doenças como meningoencefalite e estrongiloidíase. Estas doenças podem causar febre, inflamações no intestino, dores abdominais, entre outros sintomas, além de representarem uma ameaça para plantações, hortas e jardins.

Para se proteger do contato com esses moluscos, a Sesau recomenda evitar o contato direto com os animais e utilizar luvas ou sacos plásticos para recolhê-los. Uma vez recolhidos, os caramujos devem ser colocados em um balde com uma solução de água e água sanitária, e após 24 horas, a água deve ser descartada e as conchas separadas para o descarte adequado. É importante ressaltar que o uso de sal para matar os caramujos não é recomendado, pois pode prejudicar o solo e outros animais.

O alerta feito pelo deputado Silvio Camelo ressalta a importância da conscientização da população em relação a essa problemática e da adoção de medidas preventivas para controlar a proliferação dos caramujos africanos em Maceió. Medidas simples, como as mencionadas pela Sesau, podem contribuir para a preservação da saúde e o bem-estar da população.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo