Alerta de Chuvas: Regiões Litoral, Metropolitana de Maceió e Zona da Mata sob Aviso Meteorológico de Acumulados Significativos


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas (Semarh-AL) emitiu um comunicado meteorológico alertando sobre a possível ocorrência de chuvas em pontos isolados do estado, com previsão de acumulado significativo nas regiões Litoral, Zona da Mata, metade sul, Baixo São Francisco e Agreste. De acordo com a previsão, as chuvas estão previstas para durar até o início da manhã de sexta-feira (14).

A atuação de um cavado em baixos níveis da atmosfera está favorecendo a formação de nebulosidade convectiva sobre a região Nordeste do Brasil, o que tem gerado a previsão de chuvas de intensidade fraca a moderada em Alagoas. As áreas mais afetadas serão o Litoral, Baixo São Francisco, Agreste e Zona da Mata. A Semarh-AL ressaltou a possibilidade de acumulados mais expressivos nas regiões destacadas, alertando para o risco de alagamentos, especialmente em locais com deficiência de drenagem urbana, além do aumento do perigo de deslizamentos de terra em áreas de encosta.

A Superintendência de Prevenção em Desastres Naturais (SPDEN) está monitorando as condições meteorológicas e emitirá alertas caso haja intensificação do fenômeno. Por sua vez, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta amarelo para a região Leste do estado, indicando a possibilidade de acumulado de chuva entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia, com baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos.

O Inmet destacou 51 cidades que estão inseridas no alerta, incluindo Maceió, Marechal Deodoro, Penedo e São Miguel dos Campos, entre outras. As orientações são de não enfrentar o mau tempo, observar alterações nas encostas e não utilizar aparelhos eletrônicos ligados à tomada. Em caso de emergência, é recomendado buscar informações junto à Defesa Civil e ao Corpo de Bombeiros.

Assim, é importante que a população esteja atenta e tome as devidas precauções diante da previsão de chuvas intensas em algumas regiões de Alagoas nos próximos dias.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo