ALAGOAS – “Seprev renova contrato com comunidades terapêuticas para atendimento a dependentes químicos por mais um ano”


Nesta terça-feira (19), a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) renovou os contratos com 35 comunidades terapêuticas credenciadas à Rede Acolhe, para dar continuidade ao serviço de acolhimento e recuperação de dependentes químicos. O termo aditivo para prestação dos serviços por mais um ano foi assinado, garantindo a continuidade do atendimento a pessoas vítimas do uso abusivo de álcool e outras drogas em situação de vulnerabilidade social.

Ao todo, são ofertadas 750 vagas em comunidades terapêuticas da capital e do interior do estado, para atender pessoas dos 12 aos 60 anos, divididas em quatro modalidades: masculino, feminino, adolescente masculino e adolescente feminino. A superintendente de Política sobre Drogas da Seprev, Lidelma Alves, ressaltou a importância do atendimento especializado para quem deseja superar a dependência química de maneira permanente.

Segundo Alves, a Rede Acolhe já beneficiou mais de 35 mil pessoas em todo o estado, sendo um trabalho de referência nacional que tem ajudado essas pessoas a vencer a dependência química de forma efetiva e a retornar ao convívio social de cabeça erguida. Para isso, o Governo do Estado conta com a participação das comunidades acolhedoras, que oferecem um tratamento especializado e todos os meios para garantir o êxito do processo.

Os contratos firmados nesta terça-feira têm validade de um ano e para receber os recursos, as entidades terapêuticas deverão seguir os critérios exigidos pelo edital de credenciamento, lançado em 2022. O controle das vagas e dos recursos acontece por meio do registro biométrico dos acolhidos, uma inovação implantada por Alagoas que hoje é referência para o país.

A renovação do contrato para mais um ano reflete o compromisso do estado de Alagoas em oferecer apoio e assistência às pessoas que lutam contra a dependência química, garantindo acesso a tratamentos especializados e apoio para sua reintegração à sociedade. A parceria entre a Seprev e as comunidades terapêuticas tem se mostrado eficaz na busca pela recuperação e reinserção social dessas pessoas, contribuindo para a redução dos impactos do uso abusivo de drogas em toda a comunidade.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo