ALAGOAS – 🚨 Operação Invasão cumpre 39 mandados contra organização criminosa ligada ao tráfico de drogas em Maceió e Messias.


Na manhã desta terça-feira, dia 18 de junho de 2024, uma operação policial denominada Invasão foi realizada em Maceió e Messias, com o intuito de combater uma organização criminosa ligada ao tráfico de drogas. A ação coordenada pela Secretaria da Segurança Pública de Alagoas (SSP) resultou no cumprimento de 39 mandados, sendo 17 de prisão e 22 de busca e apreensão.

Segundo informações da Polícia Civil, a organização criminosa atuava principalmente no bairro do Bom Parto, onde escondia os materiais entorpecentes. A operação também resultou na prisão de seis indivíduos em Maceió, além da apreensão de uma motocicleta com placa adulterada, uma pequena quantidade de maconha e cocaína.

As investigações realizadas pela Delegacia de Narcóticos apontaram que a organização criminosa estava envolvida no tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e homicídios na região, causando instabilidade social. Os mandados foram representados com base em provas técnicas obtidas, e expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

O efetivo empregado na operação incluiu policiais militares de diversos batalhões, como Bope, Companhia de Policiamento de Choque, Rotam, BPTran, BPRv, BPA, além do apoio da Polícia Civil com agentes da Delegacia de Narcóticos e do Tigre da Delegacia de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado.

A população também foi destacada como parceira das forças de segurança no combate ao crime, podendo realizar denúncias de homicídios, tráfico de drogas, roubos e outras atividades criminosas através do Disque Denúncia. As informações fornecidas através do telefone 181 são mantidas em sigilo.

A ação, que recebeu o nome de Invasão devido a uma localidade específica no bairro do Bom Parto, contou com apoio da Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit) e do Comando de Aviação Aérea (COMAVE) da SSP. As autoridades ressaltaram a importância da colaboração da população no combate à criminalidade, visando garantir a segurança e o bem-estar da comunidade.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo