ALAGOAS – O Núcleo de Economia da Saúde da Sesau passa por reestruturação visando melhor aproveitamento dos recursos do SUS em Alagoas.


A Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) está passando por uma reestruturação em seu Núcleo de Economia da Saúde (NES) com o objetivo de otimizar a aplicação dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) nas unidades de saúde geridas pelo Governo do Estado. O NES é responsável por monitorar e controlar todos os custos das unidades de saúde, além de emitir Boletins Técnicos Financeiros que auxiliam na tomada de decisões e no monitoramento orçamentário.

Com a reestruturação, os técnicos do NES irão comparar os custos empregados nas unidades de saúde com os resultados obtidos, aferindo assim a eficiência dos hospitais, ambulatórios e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Isso possibilitará que a gestão da Sesau atue de forma mais eficiente na aplicação dos recursos públicos, baseados na Lei Orçamentária Anual (LOA), e qualifique o gerenciamento das unidades.

O foco do NES será otimizar os recursos do SUS e garantir que o dinheiro público seja utilizado de forma eficiente, com o objetivo de melhorar a assistência aos usuários. A coordenadora do Núcleo de Economia da Saúde, Karla Rocha, ressalta a importância de realizar análises sobre a eficiência e retorno dos investimentos no setor, além de monitorar a utilização do dinheiro público.

O Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, será a primeira unidade da Sesau a contar com o Núcleo de Controle de Custos (NCC) como parte desse projeto-piloto. Posteriormente, as demais unidades também serão contempladas. Serão realizadas capacitações dos servidores e visitas técnicas a outros estados que já possuem experiências exitosas nessa área, como Pernambuco e Bahia.

O secretário de Estado de Saúde, Gustavo Pontes de Miranda, destaca que o cuidado com o dinheiro público é uma marca da administração estadual e que a reestruturação do NES está alinhada com essa diretriz. Ele ressalta a importância de assegurar a assistência à saúde de forma eficiente aos cidadãos alagoanos, investindo no controle dos investimentos como obrigação.

Essa reestruturação do Núcleo de Economia da Saúde da Sesau é fundamental para a melhoria da gestão dos recursos do SUS e para garantir uma maior eficiência nas unidades de saúde estaduais. Com uma análise mais criteriosa dos custos e dos resultados, será possível tomar decisões mais assertivas e promover um melhor atendimento aos usuários do sistema de saúde em Alagoas.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo