ALAGOAS – Escolas têm até dia 18 para inscrever trabalhos em concurso da Ufal, buscando solucionar problemas da comunidade.


Escolas das redes pública e particular de ensino têm até o dia 18 de setembro para inscreverem trabalhos no Concurso de Ações Inovadoras, evento que faz parte da Semana Interinstitucional de Pesquisa, Tecnologia e Inovação na Educação Básica (Sinpete) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). A Sinpete ocorre de 16 a 20 de outubro, durante a realização da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que conta com a parceria da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e tem atividades simultâneas em Maceió, Arapiraca, Palmeira dos Índios, Delmiro Gouveia e Maragogi.

Os interessados em participar do concurso podem baixar o edital e realizar as inscrições no site do evento. Podem ser inscritos projetos de iniciação científica e tecnológica de escolas de ensino fundamental e médio, sendo necessário que a proposta seja submetida pelos professores orientadores.

Além do concurso, os professores também podem submeter propostas de atividades formativas e exposições de pôsteres/comunicações orais de experiências inovadoras e bem-sucedidas nas escolas, especialmente dos programas Professor Mentor e Pibic Jr. As inscrições para essas propostas vão até o dia 18 deste mês.

O evento também permite a visitação de escolas públicas e particulares, que podem agendar visitas de seus alunos à Sinpete. As inscrições para as visitas acontecem no período de 22 a 30 de setembro, e os grupos devem ter entre 15 e 45 alunos, acompanhados por pelo menos dois servidores da escola. Durante a visita, os estudantes terão acesso a espaços temáticos com atividades nas áreas de Física, Matemática, Biologia e Química.

A Sinpete é promovida pela Ufal em parceria com o Instituto Federal de Alagoas (Ifal), Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal). O objetivo do evento é proporcionar atividades de iniciação científica para estudantes da educação básica ao ensino superior. A participação é gratuita e dá direito a certificado.

Na edição do ano passado, a rede estadual de ensino se destacou, com projetos das escolas Professor Loureiro, de Murici, e Professor Theotônio Vilela Brandão, de Maceió, sendo selecionados para publicação na compilação científica “Ciência na Escola para o Desenvolvimento Sustentável”, lançada pela Ufal durante a 10ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas.

Essa é uma oportunidade para as escolas mostrarem seu potencial criativo e inovador, desenvolvendo projetos capazes de solucionar problemas da comunidade e contribuindo para o avanço da ciência e tecnologia na educação básica. A participação no concurso e nas demais atividades da Sinpete certamente trará benefícios para os estudantes e para a educação como um todo.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo