ALAGOAS – “Equipes da Secretaria de Prevenção à Violência realizam busca ativa por dependentes químicos na Praça Sinimbu em Maceió”


Na última quinta-feira, dia 14 de dezembro de 2023, a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) realizou uma ação integrada de busca ativa por dependentes químicos e atendimento a pessoas em situação de rua na Praça Sinimbu, em Maceió. A ação resultou em 11 atendimentos sociais, além de três direcionamentos para retirada da documentação básica.

A mobilização contou com equipes da Rede Acolhe, do Ronda do Bairro e da Casa de Direitos de Maceió, com o objetivo de aproximar os serviços disponibilizados pelo Governo do Estado de quem mais precisa. Com as ações itinerantes, o Estado consegue oferecer dignidade para as pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social, abrindo caminho para mudança de vida.

Segundo a coordenadora do Centro de Acolhimento de Maceió, Julyanna Gomes, a ação foi muito importante, pois conseguiu sensibilizar os indivíduos sobre os riscos do uso de álcool e outras drogas, divulgando os meios de comunicação oficiais para que essas pessoas busquem ajuda. Muitas vezes, o acolhimento não é aceito no momento, mas posteriormente essas pessoas procuram por atendimento.

Além disso, a chefe da equipe de Articulação e Mobilização Social do Ronda do Bairro, Vanessa Castro, destacou que a Seprev tem intensificado as ações itinerantes junto à população em situação de rua, oferecendo tratamento gratuito, entre outros serviços essenciais, com o intuito de assegurar direitos fundamentais a este público.

As buscas ativas realizadas pela Seprev acontecem duas vezes ao mês e incluem atendimentos psicológicos e sociais à população para garantir seu acesso a serviços públicos e sua participação ativa na sociedade.

Com essas ações, a Secretaria de Prevenção à Violência busca não apenas atuar no combate à violência, mas também oferecer assistência social e garantir os direitos humanos daqueles que mais precisam. Essas iniciativas destacam-se como importantes caminhos para o cuidado e proteção da população em situação de vulnerabilidade.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo