ALAGOAS – Alagoas se destaca em número de alunos com bolsas de mestrado e doutorado no Nordeste e no Brasil

Alagoas se destaca no cenário nacional e regional por apresentar um número significativo de alunos de pós-graduação beneficiados com bolsas de estudo. De acordo com um levantamento divulgado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), o estado é o 2º do Nordeste e o 5º do país nesse quesito.

Segundo os dados revelados, 37% dos estudantes alagoanos de pós-graduação contam com bolsas de instituições como o CNPq, Capes e Fapeal. Essas bolsas são essenciais para garantir o desenvolvimento e a continuidade dos estudos dos pesquisadores, além de contribuírem para a produção de conhecimento científico de qualidade.

Comparado ao ano anterior, Alagoas subiu 14 posições no ranking, demonstrando um avanço significativo na área educacional e de pesquisa. No Nordeste, o estado fica atrás apenas de Pernambuco, que possui 39,03% dos alunos de pós-graduação beneficiados com bolsas.

A Fapeal divulgou que somente no mês de abril deste ano, 426 alunos de pós-graduação estão sendo beneficiados com bolsas da instituição. Esses incentivos financeiros são fundamentais para que os pesquisadores consigam se dedicar integralmente aos estudos, sem se preocuparem com questões financeiras.

Além disso, as bolsas de pós-graduação estão sendo cruciais para a qualificação da mão de obra jovem em Alagoas, contribuindo para o avanço da ciência, tecnologia e inovação no estado. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia de Inovação e Fapeal, tem se comprometido em lançar editais para estimular a formação de novos pesquisadores e cientistas em Alagoas.

O ranking elaborado pelo CLP, que avalia a competitividade dos estados brasileiros, é uma ferramenta fundamental para orientar as políticas públicas e promover o desenvolvimento sustentável por meio da ciência e da inovação. A consolidação de Alagoas como um polo de pesquisa e estudos avançados reflete o compromisso do estado com a educação e o progresso científico.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo