ALAGOAS – “Alagoas envia plano de ação para adesão à Política Nacional Aldir Blanc, fortalecendo a cultura local com investimento de R$15 bilhões”


A cultura alagoana está prestes a dar um importante passo com o envio do plano de ação para adesão à Política Nacional Aldir Blanc. Essa iniciativa, que é considerada a maior do Brasil, destina um total de R$15 bilhões para estados, municípios e Distrito Federal até 2027.

A Política Nacional Aldir Blanc (PNAB) foi aprovada em julho de 2022 e representa uma conquista conjunta da sociedade artística, parlamentar e civil. Ao contrário de medidas emergenciais anteriores, como a Lei Paulo Gustavo e a Lei Aldir Blanc 1, a PNAB estabelece um olhar a longo prazo, incentivando os estados a criar editais e fomentos que promovam a cultura local.

A Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de Alagoas (Secult) encaminhou o plano de ação para adesão à PNAB, demonstrando o compromisso do estado com o fortalecimento da identidade cultural. A PNAB tem como objetivo principal o financiamento da cultura, visando impulsionar a produção artística e promover a preservação do patrimônio cultural brasileiro.

A secretária de Estado da Cultura e Economia Criativa, Mellina Freitas, está otimista em relação aos impactos positivos que a implementação da Política Nacional Aldir Blanc trará para Alagoas. Ela destaca essa oportunidade como histórica e enfatiza a importância das políticas públicas no avanço contínuo do trabalho dos incentivadores culturais.

A PNAB representa, portanto, um marco para a cultura alagoana, oferecendo perspectivas promissoras para o setor artístico e cultural do estado. A implementação dessa política tende a abrir novas portas e oportunidades para os artistas locais, fortalecendo a produção cultural e contribuindo para a preservação da identidade cultural de Alagoas.

Com essa iniciativa, Alagoas reforça seu compromisso com o desenvolvimento e valorização da cultura, tornando-se parte de um movimento nacional que busca garantir o acesso à arte e à cultura para toda a população, promovendo a diversidade e a riqueza cultural do Brasil.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo