JUSTIÇA – Ministro determina afastamento da direção de penitenciária de segurança máxima em Mossoró após fuga de detentos


O Ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, determinou o afastamento imediato da atual direção da Penitenciária Federal em Mossoró, no Rio Grande do Norte, após a fuga de dois presos da penitenciária considerada de segurança máxima. Esta fuga marca a primeira vez que detentos conseguem escapar de um presídio de segurança máxima no país.

Para lidar com a situação, o Ministério da Justiça indicou um policial penal federal como interventor para comandar a unidade, embora o nome do policial não tenha sido informado na nota divulgada pela pasta. A equipe do Ministério, incluindo o Secretário Nacional de Políticas Penais, André Garcia, embarcou para Mossoró para verificar a operação de recaptura dos detentos.

Além disso, o Ministério da Justiça divulgou medidas determinadas por Lewandowski diante da fuga, incluindo uma revisão nos protocolos de segurança das cinco penitenciárias federais do país, a abertura de inquérito pela Polícia Federal para investigar a fuga e a inclusão dos nomes dos fugitivos na lista da Interpol.

Os dois fugitivos foram identificados como Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento, de acordo com informações preliminares confirmadas pela Agência Brasil.

A situação na Penitenciária Federal em Mossoró tem gerado preocupação e alerta, levando o Ministério da Justiça e Segurança Pública a agir rapidamente para lidar com as consequências do ocorrido. O afastamento da direção da penitenciária visa garantir que as devidas medidas sejam tomadas para reforçar a segurança e evitar fugas futuras.

A presença do policial penal federal como interventor, juntamente com a equipe do Ministério da Justiça, demonstra a seriedade com que o governo está tratando esta situação. As medidas determinadas por Lewandowski buscam abordar não apenas a fuga em si, mas também avaliar e melhorar os protocolos de segurança em todas as penitenciárias federais do país, mostrando um comprometimento em evitar incidentes como este no futuro.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo