Jovem piloto argentino de 9 anos morre após grave acidente durante treino da Copa Honda Junior 160 Superbike em Interlagos


Na noite desta segunda-feira, o mundo do motociclismo foi abalado pela trágica notícia da morte de Lorenzo Somaschini, um talentoso piloto argentino de apenas 9 anos. O acidente que levou à morte do jovem ocorreu durante os treinos da 4ª etapa da Copa Honda Junior 160 Superbike, realizada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, na última sexta-feira.

Diego Pierluigi, instrutor de Lorenzo, usou as redes sociais para expressar sua dor e se despedir do garoto. Em uma postagem emocionada, Pierluigi escreveu: “Com meu coração partido e minha alma jogada fora, tenho que me despedir de você. Vou sentir muito a sua falta, Lolito. Obrigado por me deixar fazer parte do seu sonho. Descanse em paz, campeão”.

O acidente que tirou a vida de Lorenzo ocorreu quando ele sofreu um highside durante um treinamento da Honda Júnior Cup. A manobra, que resulta em uma perda de aderência dos pneus devido ao excesso de velocidade após uma curva, foi fatal para o jovem piloto.

O instrutor de Lorenzo defendeu a participação de crianças em esportes de alto risco, ressaltando que o motociclismo é um esporte global e que muitos pilotos de renome começaram suas carreiras desde tenra idade. Ele enfatizou a paixão que muitas crianças têm pelo esporte e como é importante respeitar a escolha delas.

O SuperBike Brasil, organizador da competição, lamentou profundamente a perda de Lorenzo e afirmou estar prestando todo o apoio necessário à família do piloto desde o momento do acidente. A categoria Honda Júnior Cup, na qual o jovem argentino competia, é destinada a pilotos de 8 a 16 anos e conta com motos de 160 cilindradas adaptadas para cada idade.

No dia do acidente fatal, Lorenzo havia compartilhado em suas redes sociais a emoção de estar competindo no Brasil. Sua paixão pelo motociclismo era evidente e sua presença será profundamente sentida no mundo das corridas.

Após o atendimento no local do acidente e a transferência para um hospital, Lorenzo lutou bravamente pela vida, mas infelizmente não resistiu. O SuperBike Brasil expressou suas sinceras condolências aos familiares e amigos do piloto, encerrando assim um capítulo trágico e doloroso no esporte a motor.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo