ALAGOAS – Hospital Metropolitano de Alagoas prioriza assistência farmacêutica individualizada para pacientes internos, destacando-se como exemplo de humanização.


No dia 13 de junho de 2024, o Hospital Metropolitano de Alagoas se destacou ao oferecer assistência farmacêutica individualizada aos pacientes internados. A abordagem personalizada da equipe multiprofissional da unidade hospitalar tem colocado o hospital como um exemplo de humanização no atendimento hospitalar.

Durante a internação, os pacientes recebem a visita de um farmacêutico de forma individualizada e pessoal. Esse contato profissional ocorre desde a entrada do paciente até a alta hospitalar, garantindo um acompanhamento completo durante todo o processo. A farmacêutica Renatha Soares explicou que, na admissão do paciente, é realizada uma entrevista para identificar alergias medicamentosas, comorbidades e o uso contínuo de medicamentos. Essas informações são repassadas ao médico responsável, que faz a prescrição adequada de acordo com o histórico do paciente.

Além disso, na alta hospitalar, o farmacêutico orienta os pacientes sobre o horário correto para tomar os medicamentos, possíveis interações, uso com alimentos e onde adquirir os medicamentos na rede pública de saúde. Essa abordagem visa garantir que os pacientes sigam o tratamento de forma correta, diminuindo a ocorrência de erros relacionados a medicamentos, reações adversas e garantindo a eficácia do tratamento.

A gerente da assistência farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Amanda Paixão, ressaltou a importância do acolhimento humanizado nas unidades de saúde, destacando a prioridade dada ao cuidado dos pacientes. Ela enfatizou que o Hospital Metropolitano de Alagoas tem sido uma referência em diversos aspectos, incluindo a assistência farmacêutica hospitalar.

O trabalho dos farmacêuticos no âmbito hospitalar é fundamental para garantir a segurança e eficácia no uso de medicamentos, evitando a necessidade de retorno dos pacientes ao hospital. A atuação desses profissionais contribui para a qualidade do atendimento e para o bem-estar dos pacientes, como relatado pela paciente Joselma Alves, que elogiou o acolhimento e cuidado recebidos durante sua estadia no hospital.

Em resumo, a iniciativa do Hospital Metropolitano de Alagoas em oferecer assistência farmacêutica individualizada aos pacientes internos demonstra um compromisso com a qualidade do atendimento e a humanização no cuidado com a saúde. Essa abordagem contribui positivamente para a experiência dos pacientes e para a eficácia dos tratamentos realizados na instituição.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!



Botão Voltar ao topo